PESQUISAS CIENTÍFICAS

Membros do Instituto Juruá vêm realizando pesquisas na Amazônia brasileira ao longo dos últimos 30 anos, abordando um amplo conjunto de tópicos de diferentes áreas do conhecimento. 

Nosso programa de pesquisa tem se concentrado principalmente na conservação e manejo sustentável de caça, pesca e outros produtos florestais pelas comunidades rurais. Utilizamos técnicas de pesquisa multidisciplinares para avaliar o valor da conservação e os benefícios socioeconômicos e culturais gerados por manejos comunitários e áreas protegidas de uso sustentável.

Também avaliamos os possíveis impactos dessas atividades na ecologia das florestas de várzea e terra firme. Adicionalmente, temos diversos projetos de pesquisa focados na dimensão humana e na ecologia e conservação de diversos grupos taxonômicos de animais e plantas.

Linhas Temáticas das Pesquisas Científicas

ECOLOGIA ANIMAL

Compreender a ecologia de espécies de animais de um dos biomas mais biodiversos do mundo é um grande interesse dos pesquisadores do Instituto Juruá.

Por isso, desenvolvemos pesquisas sobre diferentes táxons animais abordando padrões de distribuição de espécies, migração, ecologia reprodutiva, ecologia trófica, uso de habitat, e interações ecológicas, dentre outros aspectos interessantes.

Algumas das pesquisas atuais que estão sendo desenvolvidas no médio Juruá incluem:

* Padrão de distribuição e uso de habitat em diferentes tipos de floresta, utilizando ferramentas genéticas e ecologia acústica.

* Padrões de migração de peixes, mamíferos e aves.

* Ecologia trófica de peixes.

* Co-ocorrência de espécies competidoras.

* Variabilidade genética de peixes, mamíferos e aves.

* Função ecológica de espécies chave.

ECOLOGIA VEGETAL

Compreender a ecologia de espécies de plantas de um dos biomas mais biodiversos do mundo é um grande interesse dos pesquisadores do Instituto Juruá.

Por isso, desenvolvemos pesquisas sobre diferentes táxons de plantas abordando padrões de distribuição de espécies, ecologia populacional, diversidade funcional, e redes de interação planta-animal, em diferentes grupos taxonômicos.

Algumas das pesquisas atuais que estão sendo desenvolvidas no médio Juruá incluem:

* Padrões de distribuição de espécies vegetais.

* Ecologia populacional de espécies chave.

* Capacidade de estocagem de carbono de diferentes espécies vegetais e diferentes tipos de floresta.

* Diversidade funcional de diferentes tipos de floresta.

* Impactos antrópicos da composição florestal.

* Rede de interações planta-animal.

* Padrões de diversidade de algas usando DNA ambiental.

ECOLOGIA HUMANA

A ecologia humana é uma ciência transdisciplinar que integra diferentes campos do conhecimento como a antropologia, biologia, geografia, economia e socioecologia. Pesquisadores do IJ estão interessados em compreender de que forma aspectos culturais e psicológicos do ser humano afetam sua interação com a natureza.

Dentre as abordagens utilizadas, destacam-se:

* Efeito da cultura no uso de recursos naturais.

* Estratégias de forrageamento de recursos naturais por pescadores, caçadores e extrativistas.

* Adaptação humana frente às mudanças climáticas.

* Impactos antrópicos nas comunidades tradicionais.

BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO

O Instituto Juruá é uma organização de ciência aplicada, portanto a maioria das pesquisas tem como pano de fundo aspectos importantes para a conservação da biodiversidade e dos modos de vida tradicionais.

Um dos carro-chefe do Instituto Juruá é o desenvolvimento de um modelo de conservação em escala de bacia, que contemple o rio Juruá por completo, integrando as comunidades rurais localizadas em áreas demarcadas por unidades de conservação, as comunidades que vivem fora dessas áreas, e as comunidades em terras indígenas.

Dentre os temas abordados, destacam-se:

* Impactos das áreas protegidas na biodiversidade e modos de vida tradicionais.

* Impacto do manejo comunitário na conservação da biodiversidade e bem-estar local.

* Efeitos cascata de defaunação induzidos por caça na regeneração florestal.

* Modelos de governança ambiental.

* Status de implementação de áreas protegidas.

* Manejo colaborativo dos recursos naturais.

ETNOBIOLOGIA E ETNOECOLOGIA

A Etnobiologia e a etnoecologia são ciências que integram os conhecimentos tradicionais às investigações científicas, buscando aprofundar o conhecimento biológico e ecológico a partir do olhar de diferentes culturas humanas e das relações que estas estabelecem com o ambiente e os seres vivos.

Essa parceria do conhecimento tradicional e científico é realizado por pesquisadores do instituto Juruá nas seguintes frentes:

* Conhecimento tradicional aplicado à ecologia de populações.

* Uso de espécies culturais para promover a conservação.

* Conhecimento tradicional e mudanças climáticas.

* Conhecimento tradicional e ecologia de espécies chave.

* Conservação biocultural.

USO E MANEJO DE RECURSOS NATURAIS

A conservação ambiental através do uso sustentável dos recursos naturais é uma grande bandeira e estratégia do Instituto Juruá. Atuamos em uma linha de pesquisa sólida para entender os padrões de uso da caça, pesca, extrativismo, manejo participativo e outras formas de uso dos recursos naturais.

Dentre os tópicos desenvolvidos por pesquisadores, destacam-se:

* Impactos ecológicos, econômicos e sociais do uso da recursos naturais.

* Impacto do uso de recursos naturais no bem estar das comunidades tradicionais.

* Impacto do uso de recursos na segurança alimentar de comunidades tradicionais.

* Importância do uso de recursos naturais para a manutenção cultural.

* Construção participativa de modelos de conservação.

ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL

Fatores socioeconômicos são determinantes para o desenvolvimento sustentável local. Por isso, pesquisadores do Instituto Juruá realizam pesquisas científicas debruçadas sobre questões relacionadas à bioeconomia e à sociologia rural, como a geração de renda, fatores que influenciam o êxodo rural, novas oportunidades econômicas e acesso à serviços básicos como saúde e educação.

Alguma das nossas pesquisas atuais incluem:

* Impacto do manejo comunitário na renda das comunidades rurais.

* Papel das áreas protegidas para frear o êxodo rural.

* Cadeias de valor de produtos da sócio-biodiversidade.

* Impacto econômico do uso de recursos naturais.

* Bem-estar e qualidade de vida rural.

SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS

Os serviços ecossistêmicos são bens e serviços gerados direta ou indiretamente por ecossistemas naturais que beneficiam os seres humanos de diferentes maneiras.

A pesquisa sobre os serviços ecossistêmicos são fundamentais para compreender as potencialidades e fragilidades dos ambientes naturais e os impactos humanos sobre eles.

Dentre as linhas abordadas pelo Instituto Juruá, destacam-se:

* Mapeamento dos serviços ecossistêmicos.

* Valoração econômica de serviços ecossistêmicos.

* Impacto de atividades humanas no estoque de carbono.